Arquivo mensal: Abril 2011

fb_xd_fragment

Num site que ajudo a manter começaram a chegar visitas do Google a um url do género site/?fb_xd_fragment= , o problema é que quando se entrava no site com este parâmetro o site pura e simplesmente ficava todo em branco, mas era carregado ou seja era qualquer coisa no browser, testei com os 3 “grandes” e em todos a mesma situação, depois de dar uma vista de alguns testes a solução passou por substituir a integração que tinha sido feita em xfbml e passar a usar iframes. Embora o resultado final não seja tem agradável à vista, impedimos a interação do código carregado nos iframes com o site, resolvendo assim o problema do fb_xd_fragment e evitando problemas que possam vir no futuro!!

O jornalismo Português

Geralmente não expresso a minha opinião publicamente sobre alguns temas, um deles é que vou abordar a seguir, não resisti!!

O jornalismo em Portugal há muito tempo que deixa a desejar, os jornais televisivos são tendenciosos e parciais, a imprensa escrita diária ainda consegue ser pior, nem o fim de publicações como o 24 Horas abriram os olhos aos jornalistas e editores, como consumidor de informação quero ser informado e não conduzido como atualmente nos tentam fazer, e muito provavelmente estão a conseguir, basta ver as audiências do telejornal da TVI, muita gente está a ser conduzida ou seja não forma a sua opinião com base em factos mas sim em opiniões de outros que são enaltecidos e têm lugares de destaque na nossa comunicação social.

O que me levou a escrever sobre este tema hoje foi um artigo da Manuela Moura Guedes publicada no Correio da Manhã, em que a “jornalista” (note-se as aspas) esclarece o facto de não ter nada contra o José Sócrates mas no entanto previu e alertou nos seus “telejornais” para a situação em que o país se encontra, qualificando também a atual política como criminosa, não discordo que a “jornalista” exponha as suas opiniões em artigos de opinião em jornais com a conotação que o Correio da Manhã tem.

O que gerou a minha indignação foi somente o facto de depois de tudo que a referida “jornalista” fez na televisão, ainda ter o descaramento de admitir publicamente, com o texto que publicou, a cor do seu jornalismo e que não relatava factos na apresentação do telejornal, as 2 horas do jornal que apresentava eram recheadas de opiniões pessoais, previsões e enaltecimento de ódios pessoais.

Embora não dê qualquer valor aos comentadores, que está na moda colocar no fim dos telejornais, creio que essa será a forma correta de dar a voz a alguém para comentar as noticias, sabemos de antemão que é a opinião pessoal de alguém que com certeza tem as suas convicções politicas ou qualquer outro tipo de convicções que torneiam a opinião que vão apresentar. Creio que papel do Pivot seja apenas relatar de forma imparcial e objectiva as noticias que de fato são noticias.

Para corroborar a minha opinião basta ver a mesma noticia em 2 telejornais e avaliar as diferenças ou também ver o destaque dado a cada noticia a avaliar a sua conotação no contexto e na cor do media que a publica.

Artigo do Correio da manhã http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/opiniao/manuela-moura-guedes/eu-vi-o-poceirao

Aconselho a leitura dos comentários! creio que não sou o único a ter esta opinião!!